sábado, 19 de novembro de 2016

Refletindo!

Por muitas vezes eu pensava comigo "Nossa, menos mal que de todas as drogas eu me viciei em uma que não altera com o psicológico".







Talvez o que eu tentava explicar é que o cigarro não mexia com a minha lucidez, mas não mexer com o psicológico? Faça-me rir!

Fumar me deixava com os nervos à flor da pele e pior é que só me dei conta disso depois que parei! Já falei aqui no blog, fumar não acalma, muito pelo contrário, o cigarro me trazia angústias que só eram resolvidas com um novo cigarro e por aí vai.

O pior de tudo? Acalmar aquela angústia ao fumar trazia uma sensação tão agradável que acho que é por isso que o processo de parar de fumar é tão complicado. Poucas coisas trazem uma sensação tão agradável quanto o alívio da abstinência de nicotina e é justamente dessa sensação que eu sinto falta. Eu repito: não sinto falta do ato de fumar em si, mas sinto muita falta da sensação que eu tinha ao aliviar o vício.

É horrível gostar de uma coisa que a gente detesta, vocês nem imaginam. M-A-L-U-C-O tudo isso. E eu falando que não mexe com o psicológico!!!

Mas não se preocupem, é apenas uma reflexão, eu continuo aqui, firme e forte e sempre em busca de explicações e reflexões a respeito do tabagismo!

Post rápido, dia corrido, mas vamos que vamos!

82 dias! Viva! Que venham os 90!!

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...