quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O último maço de cigarro!

Em praticamente todo o material que consultei para parar de fumar a recomendação é jogar no lixo cigarros, isqueiros, cinzeiros e tudo o que remete ao fumo. O leitor mais atento talvez se lembre, quem não leu o blog desde os primeiros posts talvez não saiba, mas o meu último maço de cigarro ainda existe e vive acompanhado do isqueiro em uma gaveta da minha casa!

Ontem fiz essa mesma revelação no grupo de ex-fumantes e o assunto deu pano pra manga! Daí foi uma série de depoimentos sobre o que cada um fez com o seu último maço de cigarros, algumas histórias renderam boas risadas.

Eu me diverti com o caso do Jarbas. Ele foi um dos que ficou impressionado e confuso com a minha declaração. Ele contou que em uma outra tentativa para parar de fumar, chegou o grande dia e ele jogou o maço no lixo. Dali a algum tempo ele revirou o lixo, buscou os cigarros de volta e voltou a fumar. Eu morri de rir, porque eu consigo não só imaginar mas como visualizo exatamente essa cena!

O tio dele teve um desfecho parecido, morador do interior, jogou o maço no mato e voltou pra casa. No meio da madrugada quem estava no matagal de lanterna e tudo procurando o cigarro? Por isso o Jarbas defende descartar tudo quanto é cigarro na hora de parar. Dessa vez ele conseguiu seguir em frente com o plano, mas teve que abrir a torneira e colocar os cigarros embaixo d'água, inutilizando eles um a um!

A Patrícia disse que jogou os maços no lixo e ficou esperando o lixeiro passar. Ela realmente esperou o saco de lixo entrar no caminhão para ter certeza que não teria como fazer um resgate do maço em um momento de desespero.

Eu sou da turma que não teve coragem de fazer o despacho e para minha surpresa descobri que não sou a única que guardou os cigarros! A Keleu guardou dois maços fechados! Uma outra moça comentou que tem meio maço também, além de outros casos bem parecidos. Estranho, né?

Ontem vi uma explicação interessante. Uma moça comentou que jogar fora traria a ela a ideia de proibição e aí sim ela sentiria dificuldades em parar. Pode até ser, faz bastante sentido. A própria Keleu, mencionada acima, comentou que uma vez tentou parar jogando tudo fora e não deu certo, dessa vez ela conseguiu, mas sem jogar os cigarros fora.

De certa forma quando guardei meu maço e isqueiro isso me trouxe uma tranquilidade, pois eu sabia que em caso de pânico eles estariam ali me esperando. Também me senti muito mal quando fui coloca-los na lixeira, então voltei atrás. Sei lá... só sei que mesmo com o inimigo dormindo na gaveta ao lado, eu consegui parar assim! Não sei se é muito indicado, diria que se a pessoa não tem autocontrole é melhor jogar fora para não cair em tentação.

Qualquer hora eu tomo coragem e dou um fim neles, por enquanto me sinto melhor assim, deixa eles lá!

E vamos que vamos! Até a próxima pessoal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...