sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Adeus ao último maço!

Olá lá ele! Adeuuss!

Um ano, quatro meses e quinze dias. Foi esse o intervalo de tempo entre o dia em que parei de fumar e o dia em que joguei fora o último maço de cigarros. Eu-sou-estranha!

Não é nenhuma novidade no blog, já falei diversas vezes que sou da espécie estranha que manteve o inimigo bem próximo durante todo esse tempo. Sim, recomenda-se jogar fora tudo que remete ao cigarro, inclusive ele mesmo, mas eu não consegui fazer isso logo de cara. 

Ao longo do tempo e através de muita conversa com os ex-fumantes, percebi que não sou a única, não fui a primeira e certamente não serei a última a guardar o cigarro mesmo quando não deveria. Também descobrimos nessas conversas algo em comum conosco na hora de jogar o último maço no lixo: insegurança! 

Eu era da fumante que tinha verdadeiro pânico em ficar sem cigarro. Eu sempre, sempre, sempre tinha cigarros extras em uma boa margem de segurança para ter certeza que não me faltaria fumo em nenhum momento. Por isso a ideia de jogar o maço fora e ficar totalmente desabastecida me pareceu bastante assustadora. Terrivelmente aterrorizante!

Além disso, admito que bateu o medo de não conseguir ficar sem fumar, da abstinência ser mais forte do que eu e qualquer outra situação desesperadora em que só um cigarro me salvaria. Seria mais fácil se ele estivesse lá! Já falei por aqui, em todos os anos como tabagista eu nunca tinha ficado um dia sequer sem fumar... era tudo muito novo e assustador para mim, então resolvi arriscar e guarda-lo dentro de casa.

No fundo essa bizarrice me ajudou, pois me deu mais segurança - mesmo sabendo o enorme risco que eu corria com o cigarro a tão fácil alcance. Cada louco na sua bizarrice, a minha foi essa!

Há exatos 15 dias eu mudei de casa e enquanto empacotava a minha mudança olhei para o maço de cigarros lá parado há mais de um ano. Cogitei leva-lo comigo, mas parecia tão sem sentido. Enquanto pensava no que fazer o conselho chegou via Instagram "Não leve a energia disso pra sua nova casa!". Empurrãozinho final dado, adeus cigarro! Fiz até um videozinho comemorativo! 

13 de janeiro de 2017, o dia em que me libertei de vez! Freedom!

Até a próxima pessoal! EU PAREI DE FUMAR, YEAAH!!




3 comentários:

  1. Não sei se você já comentou aqui...Mas como e quando (idade) você começou a fumar?

    Leco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leco!
      Obrigada pela mensagem, sempre uma alegria interagir com quem passa pelo blog!
      Meu primeiro cigarro foi aos 13 anos... que droga, né? Muito cedo, muito nova para tudo isso!
      Tem um post no blog que eu conto com um pouco mais de detalhes, segue o link!
      http://www.projetoparardefumar.com.br/2016/11/como-comecei-fumar.html
      E você, com quantos anos começou a fumar? =(
      Abraços
      Carol

      Excluir
    2. Então....fumei a primeira vez com 15 anos...mas nunca fui fumante de verdade...ja tenho 35 anos e sempre tenho vontade de fumar mas ninguém sabe...rsrs...da pra contar nos dedos qntas vezes consegui fumar uma carteira inteira sem jogar fora...geralmente jogava a metade fora e ficava um bom tempo sem fumar...ja faz quase dois anos a última vez que fumei, mas como disse antes, sempre tenho vontade...rsrs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...