sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Sobre dormir e acordar descansada!



Foram muitas as mudanças que tive desde que parei de fumar e hoje vou falar um pouquinho do que senti com relação ao sono e disposição física. Já falei sobre isso em outro post, mas vou deixar registrado também como tem sido agora, 11 meses depois!

Já há algum tempo percebo que eu consigo dormir e realmente descansar. Aquele sono de repor as energias mesmo, sabe? Eu me lembro que nos tempos de tabagismo eu vivia cansada, sentia que passava o dia me arrastando e para piorar, quando chegava a noite eu deitava não conseguia dormir! Não bastando, eu acordava cansada e assim os dias e noites passavam em uma cadência horrorosa de cansaço e noites mal dormidas.

Sem fumar tudo isso foi mudando. No primeiro e segundo mês ficava um pouco desregulado, dormia até demais da conta. Depois parece que tudo entrou nos eixos. Consigo deitar na cama, esperar um pouco e dormir, o que pra mim tem sido uma novidade realmente muito agradável. Com isso acordo bem mais disposta, o que reflete também no meu humor matinal! Também passo o dia com muito mais energia do que antes, o que é muito novo para mim e é algo que tenho gostado muito!

Sempre tive dificuldade para acordar cedo e embora eu admita que ainda não seja a melhor pessoa para isso, depois que parei de fumar eu consigo levantar bem mais cedo do que eu tinha costume. Para o meu choque: muitas vezes por vontade própria!

Foram anos e anos levantando quase ao meio-dia nos finais de semana e ainda assim sentindo que eu poderia passar mais um tempão deitada, por cansaço mesmo. Acabava levantando por uma única preocupação: "se eu enrolar mais na cama a noite não consigo dormir". Quando eu finalmente levantava eu fazia o que? Fumava um (vários) cigarro (que até hoje admito que era o melhor do dia hehe) e me entupia de café, tentando estimular um corpo que mal havia descansado.

Atualmente o pensamento na hora de dormir é "vou acordar cedo e aproveitar o dia" e para o meu espanto faço isso feliz e de livre e espontânea vontade (estou p-a-s-s-a-d-a com a minha versão matinal!). Acordar com calma e me preparar para um novo dia com tranquilidade é algo muito bom. Percebo que como consequência eu tomo até bem menos café! Nem só pelo fato de não fumar, mas também porque meu corpo está carregado de energia, não preciso mais me estimular tanto!

Eu também sempre tive bruxismo, passava a noite rangendo os dentes e já inclusive trinquei um enquanto dormia, assim como quebrei alguns aparelhos de dente por conta disso. A minha versão smoke free me fez até dispensar o uso da placa que eu usava para não bater os dentes e nunca mais acordei com nenhuma dor relacionada a isso. Até disso tive liberdade!

Quando tomei a decisão de parar de fumar eu imaginava que teria inúmeras alterações em mim, mas são casos como esse que me fazem pensar no grau de influência em minha saúde que o cigarro tinha. Nem dormir mais me fazia bem e eu nunca tinha parado para pensar na relação entre as duas coisas! Chego a ficar assustada com essas constatações! Numa boa? Isso pra mim não era um jeito bom de se viver, principalmente agora que experiencio o outro lado da coisa.

Por essas e outras que eu prefiro a minha versão sem tabaco. Uma versão mais leve, mais tranquila e muito mais feliz! Fumar de novo aliviaria a minha abstinência, não tenho dúvidas, mas me traria de voltas noites mal dormidas, olheiras, cara de cansaço e um caminhão de coisas que eu nunca havia reparado que me matavam sim aos poucos! Eu não quero isso pra mim!

Viva a vida sem fumaça!
Até a próxima pessoal!

2 comentários:

  1. Olá, me identifiquei muito com o seu texto, pois tbem tenho muitos problemas para levantar cedo. Sempre muito sono de manhã... decidi parar de fumar, está sendo muito difícil,mas venho me cobrando essa decisão a mais ou menos um ano... estou deteminada, não quero mais ser uma fumante, na verdade confesso que tenho vergonha de fumar,só fumava tranqüila em casa, na ruas procurava uma pracinha e tal. Hoje é segunda 04 de Setembro e estou sem fumar desde quarta dia 30 de agosto. Estou me segurando, doida para passar essa sensação... quero me sentir livre desse hábito ruim. Como li aki, muitos já comemoram a liberdade.
    Vou me manter firme e não mais fumar.... espero ter entre muitos benefícios, esse que vc mencinou.. mais disposição para levantar...
    Abraços: Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristina, fiquei muito feliz com a sua mensagem!
      Eu também me identifiquei MUITO com o que você escreveu. Eu tinha vergonha também de ser fumante, estava em uma fase meio "quem sabe sabe, quem não sabe eu vou me esconder". Horrível, né?
      Parabéns pela decisão de parar! É tão difícil dar o primeiro passo, mas acredite, melhor decisão da vida! O comecinho vai exigir um pouco mais de nós, mas fique firme!
      Depois quero saber como tem sido, estou muito na torcida!!! Conte comigo e vamos comemorar TODAS as conquistas, hein?
      Carol

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...