sábado, 29 de abril de 2017

8 meses!




Eu me sinto muito feliz cada vez que chega um dia 29 e vejo que continuo invicta. É muito bom ser uma pessoa livre! Nada como o passar do tempo para o processo ficar cada vez mais leve e cada vez mais tranquilo.
Aproveito essa data todos os meses para que sirva como um reforço, uma renovação de votos se assim posso dizer. Todo mês aproveito esse dia eu me dou algum tempo para pensar, refletir e me fortalecer para continuar a essa jornada. Sou muito grata por ter tido essa oportunidade de parar ainda com saúde, pela força que veio de dentro de mim e por ter insistido nisso.
Quando parei de fumar eu estava tão insegura, com tanto medo, com tanta tristeza. Eu nunca acreditei muito em mim nessa história toda, mas meu orgulho foi muito útil para eu não querer dar o braço a torcer e desistir no meio do caminho. Se eu começo uma coisa eu vou até o fim, sempre fui assim e pelo menos dessa vez ser cabeça dura teve muita utilidade! Eu também sou uma pessoa curiosa, então também teve aquele pensamento "se dizem que é tão melhor ser não fumante eu quero ver se é verdade" e o que encontrei foi sem sombra de dúvidas melhor do que eu imaginava!
É uma mudança de hábito e também de vida. Sou uma pessoa cada vez mais tranquila comigo mesmo, tenho me conhecido cada vez melhor, de um jeito que eu nunca imaginei que fosse possível.
São 08 meses de uma nova vida e fico orgulhosa por ter chegado até aqui!
Quero mais, rumo ao primeiro ano. Estou preparada!

terça-feira, 25 de abril de 2017

Mudanças que senti na pele - literalmente!

Quando parei de fumar algumas mudanças eu senti na pele, literalmente! 
Não há dermatologista nem dermocosmético no mundo que consigam trazer as mesmas mudanças que parar de fumar me trouxeram. Aliás, em minha última consulta médica as receitas de manipulação de todos os meus cremes foram alterados de forma expressiva, é como se a minha médica estivesse receitando os produtos para uma outra pessoa. De fato, eu sou uma outra pessoa mesmo.
Meu rosto sempre foi bem oleoso em toda e qualquer época do ano, faça chuva ou faça sol. Meus poros eram bem dilatados, provavelmente era um grito desesperador da minha pele para respirar. Meus lábios viviam rachados, secos e machucados. Era tanta fumaça passando pela minha boca que eles se ressecavam.
Estou sem fumar faz quase 08 meses e a oleosidade do meu corpo parece que finalmente entrou em equilíbrio. Com o tempo foi melhorando, melhorando e parece que agora se estabilizou. Descobri o elixir da juventude hahaha! Na verdade parei de envelhecer precocemente, isso sim, puxei o freio de mão daquele envelhecimento express e daqui pra frente o tempo vai correr para mim igual corre para todo mundo. Assim espero, ou ao menos assim eu sinto!
A única coisa que por enquanto eu sei que é irreversível são pequenas rugas que tenho em cima dos lábios. Minha médica já havia avisado, é a ruga dos fumantes e há quem chame de "código de barra". Em tempos de botox e intervenções plásticas eu sei que poderia me livrar delas, mas por enquanto deixa elas aqui, são as cicatrizes de um passado meu que não me orgulho, mas não posso deletar.
Aproveitando esse assunto estético, esses dias descobri um app muito engraçado que chama SmokerFace. Nele você coloca uma foto sua e ele simula como você ficará alguns anos como não fumante e se fumar 1 maço por dia. Ok, o app é exagerado, cada caso é um caso, cada pele é uma pele e tudo mais, mas o resultado impressiona. Enquanto você fica simulando o passar dos anos no app a sua foto se mexe, como se estivessem te gravando, e nas simulações como fumante você até tosse no app. Aquela tosse pesada e carregada que alguns fumantes tem, sabe?
Fecho o posto com simulações minhas nesse App como fumante em 06 e 15 anos pra frente e as mesmas fotos como não fumante. Se seria isso mesmo eu não sei, mas prefiro não fazer o teste!
Bora pra sessão de fotos.
Até a próxima pessoal!



Sessão de fotos - App SmokerFace!

Hoje - 2017
Olá!

 Depois de 06 anos
Na esquerda não fumante, na direita fumando 1 maço por dia.
Depois de 15 anos
Na esquerda não fumante, na direita fumando 1 maço por dia.


E para o frand finale, um vídeo! 15 anos depois, fumando 1 maço por dia!

video

terça-feira, 18 de abril de 2017

Quando a amiga também para de fumar!



Na semana passada minha amiga me deu uma notícia daquelas que chegam para esquentar o coração e deixar a gente com aquele sorriso de orelha a orelha. O tipo de informação que a gente não sabe direito como absorver, mas só consegue sentir orgulho e enviar as melhores vibrações e desejos de sucesso. 
A mensagem veio simples e direta via whatsapp “Vamos ver se dessa vez funciona” e um print da tela do app de ex-fumantes que mostrava que ela estava há 20 horas, 01 minuto e 20 segundos sem fumar. Foi uma alegria imensa receber essa novidade! Também foi um susto, não esperava, não imaginava!
Eu sei que uma avalanche de benefícios acontecerá na vida dela e por amar meus amigos eu quero vê-los rodeados de coisas boas – parar de fumar traz um turbilhão delas. Pode parecer besta, mas receber da minha amiga uma mensagem esporádica no meio da semana dizendo “pela primeira vez sinto o cheiro do sabonete na minha mão e é tão bom!” me traz tanta alegria e orgulho. Engraçado como agora a luta dela me enche de força para eu continuar a minha também.
Eu estou aqui na maior torcida, morrendo de orgulho e na maior felicidade do mundo pela sua empreitada Ju. Que surpresa boa, que notícia feliz! Aliás, feliz primeira semana sem o cigarro! Vamos que vamos, hein? Que venha agora o primeiro mês e como conversamos, lembre-se do mantra: só por hoje não vamos fumar!


segunda-feira, 17 de abril de 2017

Notícias!

agenda, falta de tempo


Minha rotina anda tão corrida e tão estranha que tenho encontrado certa dificuldade para entrar aqui e atualizar o blog. Aliás, esse ano está bastante atrapalhado: não tenho corrido o tanto quanto planejei, recentemente tenho escrito aqui menos do que gostaria e quando olho e vejo que o mês de abril já se foi pela metade começo a entrar em um pequeno pânico. Que ano corrido! Ontem mesmo eu estava com meu marido tentando encontrar um final de semana livre para uma programação nossa e... veja bem... só a partir de 28 de maio! Cruzes!
Uma coisa é verdade, eu nunca vou poder reclamar de tédio. Minha vida é tão turbulenta, sempre foi e por mais que eu tente organizar melhor as atividades, esse caos total muitas vezes não parte da minha agenda em si. E olha que agora como ex-fumante eu tenho uma dinâmica melhor para fazer as coisas, já que não preciso parar de tempo em tempo para acender um cigarro!
Por falar nisso, muitas vezes eu até esqueço que já fui fumante e fico surpresa em como a minha relação com isso mudou. Parece um passado tão distante, por mais que ele não esteja tão longe assim. Juntando isso com a minha correria de vida, penso que é algo bom. Quem sabe se eu tivesse mais tempo ocioso eu não estaria com dificuldades até agora, vai saber. 
Toda essa reflexão para dizer que estou bem, estou feliz e continuo invicta! Yeah!
Como eu já dei o briefing no início desse texto, tem muita coisa programada para os próximos tempos e vou dividir tudo aqui com vocês! Vai ter ultramaratona de revezamento na praia (eita!), vai ter viagem para o exterior (de novo, viva!), preciso falar sobre um curso que estou fazendo no centro espírita (mistério!), tem amiga que parou de fumar (e me deixou morrendo de orgulho), ah, tem aquela meia maratona em agosto, lá no Rio de Janeiro e é claro que eu nem comecei a treinar (Socorro!)... entre muitas outras novidades quentinhas que vão acontecer e eu vou contar tudo aqui!
Não gosto de criar "promissórias literárias", mas depois de tantas que acabei de fazer vou criar mais uma: prometo que o próximo texto será mais rápido.
Aguardem!
Vamos que vamos, até a próxima pessoal!
Carol - 231 dias sem fumar!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

O fantasma do câncer



Em um intervalo de 15 dias eu recebi a notícia de dois casos de câncer no pulmão de pessoas que trabalham na minha empresa. Não preciso nem dizer o quanto essa informação me deixou bem atordoada.

Eu particularmente fico muito assustada, pois como tenho histórico na família e sou ex-fumante, eu vivo com esse fantasma acompanhando meus pensamentos. Além disso, está aí o tipo de notícia que nunca é fácil de receber, não importa se a pessoa é super próxima de você ou apenas um conhecido de corredores de empresa. Digeri as informações dos meus colegas de trabalho e em um português bem claro só consegui pensar "Que merda" e ficar chateada com a situação.

Um dos meus colegas de empresa tem 23 anos e nunca fumou, informações que me deixaram muito impressionada. No outro caso trata-se de um ex-fumante e, consequentemente, vem todo um discurso pelos corredores da empresa sobre os malefícios do cigarro e tudo mais. Particularmente acho que não é hora de olhar pra trás, mas sim encarar o futuro e torcer por eles. Talvez também essa seja minha defesa como ex-fumante e meio o que faço com a minha vida agora: esquecer o que já passou e rezar para ficar tudo bem.

Eu já falei aqui no blog sobre o fantasma do câncer, é sempre um medo que terei como tabagista e, como disse no post, acredito que todo fumante tenha (ainda que a gente tente dar uma super disfarçada e mudar de assunto quando o papo é esse).

Tudo isso serviu para, além de me deixar pensativa e chateada, pensar no quanto eu as vezes me apego a detalhes tão banais do meu parar de fumar e no fundo eu deveria é agradecer por ter parado antes de ficar doente. Serviu também para se um dia eu tiver uma nova fissura eu pensar que isso não é nada perto de tantos outros males que eu poderia ter (e que ainda posso, eu sei disso).

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Novidade! Coluna no Hey I am Lili!

É com bastante alegria que venho compartilhar uma novidade com vocês! Agora sou colunista do blog Hey I am Lili. Todo mês haverá uma publicação minha por lá! Eu não disse que essa minha nova vida sem fumaça só me trouxe alegrias e ótimas surpresas? 😊

Fico muito feliz com meu novo cantinho mensal em outro blog e é a minha oportunidade de compartilhar com vocês outros assuntos, um pouco menos "fumacentos" digamos!

O Hey I am Lili é um blog maior e com uma série de publicações. Tem de tudo um pouco: jardinagem, histórias de viagem, saúde, reflexões e uma imensidão de assuntos para vocês se jogarem na leitura!

O meu cantinho fica na pasta de Collabs no item Friends - mas o post de hoje está na página principal. (Tô me achando!)

Ah, claro, o blog Projeto Parar de Fumar continua a todo vapor (mas sem vapor, rá!), nossos encontros aqui continuam!

Vamos economizar nos caracteres desse post aqui, pois hoje a leitura é no Hey I am Lili! Para entrar, cliquem aqui ou na imagem abaixo!

Espero que gostem, nos encontramos por lá e deixem comentários!




segunda-feira, 3 de abril de 2017

No aeroporto como ex-fumante

Na semana passada passei pela minha primeira experiência de viajar de avião como ex-fumante. Já relatei aqui em outro post (segura o link!) a dificuldade que eu enfrentava ao encarar o aeroporto e o avião quando eu era tabagista. Agora foi a minha primeira vez nessa nova vida sem fumaça.

Foi um daqueles momentos em que eu olhei bem o que estava acontecendo e chega a dar alguma emoção. Ver que embarcar para uma viagem é muito mais simples do que sempre foi e não ter que me preocupar com tempo sem fumar, fumódromos e outros problemas que estariam por vir. Era a hora de pensar somente na viagem, simples assim.

Chegando em Guarulhos é claro que a primeira coisa que fiz, bem na porta de entrada do aeroporto, foi olhar para o setor de fumantes. Ele estava lá, onde sempre esteve, nos encaramos e segui em frente. Foi aquele encontro de fim de relacionamento: nos encaramos, lembramos de vários momentos, mas nossas vidas seguiram para lados opostos, então não há nada o que se fazer.

Confesso também que bateu uma breve saudades. Não de fumar em si, mas da sensação de prazer que aquele lugar me dava. Só um fumante sabe o alívio que é encontrar um cinzeiro, especialmente quando o assunto é desembarque. Tenho até vergonha de admitir, mas fumar um cigarro depois de longas horas de aeroporto e avião era uma das melhores sensações do mundo! Agora não mais. Lembro do livro do Alan Carr quando ele diz que não entende o prazer nessa tortura. É como usar sapatos apertados só para ter o prazer de tirar depois. É sem sentido.

Foi assim que pela primeira vez eu fiz o check-in e imediatamente passei para o lado do embarque! Uma vez lá, pela primeira vez fui para a sala de espera VIP, onde as poucas vezes que estive foi de último minuto. Tem gente que até paga para esperar o voo nessas salas e eu que tenho acesso gratuito trocava por alguns tragos de cigarro.

Também descobri a alegria em passar na área de segurança do aeroporto sem um isqueiro! O aeroporto de Guarulhos e eu temos um longo histórico de cenas de constrangimento entre o raio-x, a segurança, o isqueiro e eu - daria um post a parte (os meus isqueiros sempre eram confiscados e eu sempre ficava p da vida).

Acima de tudo, descobri o prazer em embarcar em uma viagem com calma, sem panico e sem angústia. A sensação é maravilhosa!

Mais uma vez eu vejo que parar de fumar não é simplesmente apagar um cigarro para sempre. São muitas mudanças na minha vida e posso dizer que todas elas para melhor! Cada vez mais os argumentos ficam mais fortes e confirmo de que realmente só tive a ganhar. A experiência do aeroporto foi uma delas!

Vida que segue, vamos que vamos!
Até a próxima pessoal!
Carol - 217 dias livre do cigarro!


Eu trocava isso pelo cigarro!

E isso também! Loucura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...