sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Sobre recaídas e ex-fumantes

Nos últimos tempos andei pensando em como eu ficaria e como eu reagiria se eu resolvesse desistir de tudo e voltar a fumar. Vou deixar claro aqui que essa não é uma possibilidade, mas comecei a pensar a respeito para entender e driblar as poucas fissuras que me aparecem. O questionamento foi bem direto: "Ok Carol, está liberado, pode voltar a fumar. Feliz agora?"a minha resposta seria, sem sobra de dúvidas, "Não".

Pela minha vida foram diversas as vezes que eu encontrava algum tabagista que se queixava do fato de estar fumando, geralmente isso vinha de alguém que tinha sofrido uma recaída. Eram sempre meio dramáticos, estavam sempre  frustrados com a situação em uma relação clara de amor e ódio com o cigarro.

Eles de certa forma me assustavam, pois levavam ao meu imaginário a tortura que deveria ser parar de fumar e, mais ainda, a certeza de que eu teria uma recaída. Eu também não entendia como alguém que tinha voltado a fumar poderia estar tão triste. Aliviar o vício, largar a tortura da abstinência, aquilo deveria ser bom.

Hoje, na minha atual situação, depois de pela primeira vez ter parado de fumar eu entendo esses  fumantes descritos aí em cima. Como eu falei, se eu voltasse a fumar não seria feliz, nem um pouco. Mais ainda, depois de passar por tudo que eu passei eu me sentiria muito fracassada, arrasada e com certeza entraria nessa relação de amor e ódio absoluto com o cigarro. Recaídas devem ser altamente frustrantes. Atualmente é um dos maiores medos que eu tenho.

Acredito que depois que eu parei eu nunca mais nessa vida vou conseguir fumar com a serenidade e blasé de outrora. Não que eu queira, que fique claro isso, mas é esse o tipo de pensamento que eu tenho quando a fissura vem.

Se eu serei infeliz, não fumarei sossegada e, além de tudo, hoje sinto os benefícios de não fumar, por que raios eu voltaria? Eu me agarro nisso e sigo em frente. Hoje as fissuras são bem poucas, mas eu ainda preciso de algo para me agarrar nesses momentos de tentação.

É isso aí, vamos que vamos.
Até a próxima pessoal!

2 comentários:

  1. Boa tarde!! u que o dia.Eu fiquei do dia 25/09/16, até o inicio, no dia 05/12, sem por um cigarro na boca.No dia 05/12, comprei alguns cigarros soltos na padaria e cabei voltando ao tabaco, eu sei que estava na fissura forte e sem usar os adesivos.Eu parei com ajuda de adesivos de 21, 14 e 07 mg, goma de mascar com nicotina d e04 mg e o bup.Parei no psoto de saúde com ajuda de um grupo antitabaco.Tem hora que me arrependo, pois eu estava muito bonito, a pele vermelha (eu sou branco), respirando melhor, sentindo bem o cheiro dos alimentos.u não voltei a fuamr de vez, pois fumei na quarta-feira passada, tb cigarros soltos que comprei e hoje, sábado.Vou tentar não fumar mais, pois ando gostando do jeito que estou, bem mais bonito (pele que ficou mais vermelha), meus dedos limpos, aliás, minhas mãos etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Poxa, cuidado com esses cigarros soltos. As vezes de pouco em pouco e logo menos você volta tudo! Espero que consiga superar mais esse desafio também!! Boa sorte e qualquer coisa estou por aqui! =)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...