terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O olfato apurado!

Dia desses entrei no elevador do meu prédio e assim que a porta fechou eu comentei com meu marido: "Tinha um fumante aqui dentro". Em outra ocasião eu entrei no hall do meu andar, onde há outras 03 portas dos vizinhos e pensei "Algum vizinho começou a fumar ou teve uma visita fumante". Uma moça veio pedir uma informação para mim no mercado e assim que ela começou a falar eu deduzi "Essa é tabagista".

Eu fico impressionada como o meu olfato, especialmente para o cigarro, ficou apurado. Eu sei que eu já vim com esse papo aqui em outras vezes, mas de verdade, eu fico impressionada com o quanto ele está apurado!

Nenhum fumante passa despercebido por mim, esteja ele perto, longe ou ausente do lugar. Não sei se o problema é comigo, com o fato de eu ser ex-fumante ou os dois ao mesmo tempo, mas chega a ser assustador como eu consigo identificar o cheiro mesmo em lugares onde ninguém percebeu nada.

Dizem que não adianta a pessoa fumar escondido, pois pelo cheiro dá para perceber se a pessoa fumou ou não. Eu não sei se essa regra é válida para todos os casos, mas se todos os ex-fumantes desenvolveram o mesmo olfato apurado que eu, o famoso ditado seria "não adianta fumar escondido de um ex-tabagista, ele vai perceber o cheiro mesmo depois que você tiver tomado banho". Ok, essa última parte foi um pouco de exagero, mas que não dá para esconder não dá! Pelo menos não de mim!

Por falar nisso tudo, quem acompanha o blog desde o início lembra que o cheiro do meu carro me incomodava muito. Pois bem, algumas lavagens depois e o cheiro mudou para azedume com toques de aspirador de pó (o aspirador deixa um cheiro no ar sim senhores). Melhorou, admito, mas ainda assim me incomodava. Um belo dia fui na concessionária e na hora do orçamento chorei desconto, chorei, chorei, chorei e além do desconto consegui uma higienização do ar condicionado de cortesia!

Eu dei risada e disse para o atendente "melhor coisa que eu poderia ter ganhado, eu parei de fumar e acho que só isso para resolver o meu problema com o cheiro do carro". Rá, foi o presente da concessionária por eu ter parado de fumar, quem diria. Depois disso o cheiro praticamente sumiu, aparecendo esporadicamente em dias de muito calor - o que não tem acontecido com muita frequência, diga-se de passagem.

Enfim, vida que segue, agora fui promovida para a expert dos odores!

Vamos que vamos, até a próxima!

2 comentários:

  1. Amiga corredora, estou amando seus textos! E adorei conhecê-la pessoalmente no último domingo!

    E, acredite, você não é a única a perceber o cheiro de um fumante de longe! Legal saber que mais pessoas também passam pelas nossas experiências... o que me deixa chateada em perceber o quanto eu espalhava mau odor por aí, quando fumava!

    Mas... vivendo e aprendendo! Imagino que não deva ter sido fácil conviver com o cheiro do carro após cessar o vício... eu nunca fumei dentro do meu carro, e assim que parei de fumar, só pensava como seria ainda mais difícil aguentar as fissuras; o que te torna ainda mais forte e vencedora!

    Beijos é muito sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Li, companheira de corridas, Whatsapp e agora blog! =)
    Foi ótimo o nosso encontro, fiquei feliz em conhece-la pessoalmente. Com certeza o primeiro de muitos encontros e corridas juntas!
    Essa questão do cheiro é realmente um ponto que me incomoda muito também. Você tem toda razão, que cheiro deveríamos deixar por aí? Fora os tubos de creme cheiroso e perfumes que já não usei nessa vida e que no fundo o cheiro que eu exalava com eles não deveria ser exatamente o que eu imaginava... rsrsrs
    E sorte dos ex-fumantes que não fumavam no carro! Realmente era um tormento, o equivalente a andar em um fumódromo ambulante, mas sem fumar hehe!!
    Super beijo e até a próxima corrida, ou próxima mensagem!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...